Homem machista machuca

                                

Consideram a mulher um objeto, sempre inferior, quase de decoração. Não se importam com suas decisões e nem com suas vontades. Tudo o que querem é satisfazer os próprios desejos.

 

Não existem estatísticas - e nem um aviso na testa - que diga quantos ou quem é machista por aí. Para identificá-los é preciso abrir os olhos, prestar atenção nas atitudes antes de se envolver. Depois de casar, se livrar desse tipo de homem pode ficar até perigoso

 

Mesmo quando bem intencionado, todo homem pode facilmente deslizar em comportamentos machistas. Não existem saídas fáceis ou pontos de chegada, mas podemos percorrer juntos algumas estradas. Para começar, existem algumas atitudes fundamentais.

Não é receita e não é modelo, tá? Há diversidade de anseios, desejos e comportamentos nas mulheres e também nos homens – em todas as pessoas. Com isso em mente, vamos às dicas para ajudar a formar os novos homens não-machistas.


 

Saia da postura defensiva

Quando falo  de machismo, não estou reduzindo você ao seu machismo. Não é que você seja machista e nada mais. Reconhecemos que você também se comporta de forma atenciosa, inteligente, espirituosa. Cada um de nós é um mosaico.

2. Aceite abrir mão de privilégios

Faz parte da sociabilidade humana ceder, respeitar, reconhecer. “Quais privilégios?”, você pode se perguntar. Desde ser melhor pago pelo mesmo trabalho que uma mulher, até avaliá-la e classificá-la pejorativamente pela sua disposição ou disponibilidade sexual. Se eu for de vestido curto para faculdade, se entrar embaixo do edredon com alguém num reality show, se pegar dois caras de uma mesma turma, o que me acontece?

Não interessa minha inteligência, meu senso de humor e nem minhas dicas de shows bacanas, nem se eu era de esquerda ou direita: a partir daquele momento eu sou a vadia, a puta, a biscate que não vale nada. E você? Quando você pegou duas mulheres na mesma noite, disseram o quê? Pois é. Privilégio é isso.

Comportamento não vem de fábrica.

. Cada mulher, assim como você, é um ser em construção e deve ser compreendida individualmente.

 Experimente a rotina dela: chegar em casa e ainda ter a faxina para cuidar, o supermercado para fazer, a roupa para lavar. Melhor do que ler e se informar sobre a dupla jornada de trabalho das mulheres é entender na prática o que isso significa. Se quiser dar mais realismo à experiência, peça a essa mulher que ao chegar em casa te pergunte o que tem pra jantar e reclame: “Frango, de novo?!”



               doutoram/doutora do prazer

 

0 comentarios:

Publicar un comentario

 
Support : Copyright © 2015. movie kingsman - All Rights Reserved